(Leia ao som de Direção da Manu Gavassi)

Eu poderia ficar horas deitada no teu peito tentando te fazer entender que você não está pensando com clareza mais uma vez. Mas eu só vejo você balançando a cabeça de um lado pro outro em estado de negação como se já tivesse escutado isso tudo várias vezes. E você escutou. Mas eu ainda não disse nem a metade do que tenho pra dizer e você precisa escutar, pela última vez, você precisa. Você me fez prometer um dia, que quando essa hora chegasse, de você estar prestes a ir embora, pra eu botar juízo na sua cabeça e te fazer lembrar dos motivos no qual você se apaixonou por mim. De como tudo antes era tão confuso e a gente parecia ser a única coisa que estava no lugar. Se tudo o que a gente viveu fosse suficiente e você ainda tivesse um pouco de apego a essa história você estaria no meu lugar. Mas não está, então bem, eu estou aqui, e eu ainda não desisti. Ainda.

Mas quando essa hora chega, a hora em que eu decido se luto pela gente ou te deixo ir, eu fico pensando no que mudaria se eu implorasse e jurasse de pé junto que se eu fizesse diferente você logo estaria fazendo também, e não existiria mais nada no nosso caminho. E a gente voltaria e seríamos uma versão mais madura da gente no qual pensaríamos antes de agir e não jogaríamos a culpa um no outro de quem desistiu do que. Até porque é esse o problema todo, não ? Você não aguenta mais tudo isso assim como eu. Mas eu tenho que ficar aqui pra te mostrar que pelo menos um de nós tem que ir até o final. Mas qual deles ? A gente terminou tudo pra sempre, de novo.

Se tem uma coisa que eu aprendi nessas tuas idas e vindas é que eu posso jurar te dar o mundo que você não vai se esforçar pra se manter nele, você vai querer fugir todas as vezes e usar as mesmas desculpas e de nada vai adiantar eu te abraçar e pedir baixinho pra ficar porque a voz do teu orgulho vai falar mais alto na tua cabeça e você prefere escutá-la todas as vezes. A gente pode ficar nessa pra sempre porque até mesmo quando você se cansa, você quer mais de mim e eu ? Eu sempre quero mais de você. E você lida melhor com todos os nosso fins do que eu jamais pude lidar. Mas o que você me dá é muito pouco, quase nada, e eu não sei sobreviver de restos. Então me diz, qual o intuito de sempre olhar pra trás se não for pra nos levar pra frente ? Então pro nosso próprio bem, se quiser ir essa é hora, eu não vou mais insistir no que sempre desiste. Vou começar a te deixar viver no meu passado pra ver se você aprende a morar por lá.

Todas as vezes, sem tirar uma, você teve a coragem que eu não tive de não olhar pra trás e ir embora sem ao menos se despedir. Como se no dia anterior você quisesse tudo mais que a mim não o contrário. Como se eu não tivesse adiado todas as suas voltas pra evitar que cada ida sua fosse pior que a outra e eu não tivesse que te fazer lembrar que amor basta sim, é só nós darmos as mãos. Porque nesse momento enquanto eu te olho, sinto que acabou sem ao menos eu ter tido a chance de te dizer que não precisava de nada disso, não precisava agir como se fosse nada sendo que já fui seu tudo uma vez. Mas o fato de estar perdendo você não impede a minha vida de continuar e me negar a fazer o que você jamais fez por nós, te dar cinco minutos pra me fazer voltar pra me convencer que eu não sou eu sem a nossa história. Eu posso dizer várias e várias vezes e te esperar de braços abertos em todas elas torcendo pra que tenha aprendido finalmente o caminho de casa sendo que não é justo você morar mais em mim. Você desistiu de nós dois. Agora é a minha vez.

Anúncios

4 comentários sobre “Você desistiu, agora eu também

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s