Você foi a melhor coisa que não me aconteceu (parte II)

Você foi a melhor coisa que não me aconteceu (parte II)

Olho pra trás e vejo que foram dois anos da minha vida assim. Nos quais eu tive mais dúvidas do que certeza, que eu aguentei as coisas calada querendo gritar. Que me vi e te vi dando desculpas o suficiente pra me fazer desistir quando não, fiquei aqui, esperando você, talvez por uma ligação, ou uma mensagem que me fizesse acreditar que você estava pronto e que o problema não era eu, que nunca foi. Mas será que era ?

Esperei você pegar um avião para outra cidade e ficar com outra pessoa e esquecer de mim, de quem você realmente nunca lembrou a não ser que estivesse sozinho. A pior parte ? Era que você voltava, voltava e trazia mais dúvidas, voltava e falava da falta da sua cama vazia e de como a gente tinha tudo pra dar certo e não dava, por minha causa.  E por um momento, eu juro que podia acreditar que a gente gostava um do outro, que só faltava a gente tomar coragem de tentar.

Mas nesses últimos anos mudei algumas certezas ao longo do caminho, refiz meus planos, continuei errando sem querer aprender, bati na tecla, não superei, namorei com um cara ou dois, guardei mágoa, senti rancor, chorei até a garganta ficar irritada e o nariz escorrer. Xinguei, deixei mensagem na caixa postal, liguei as 4:00 da manhã estando bêbada pra me declarar no meu momento mas vulnerável e mais estúpido esperando que você sentisse qualquer coisa, até pena de me ver daquele jeito, só pra entender que porra, eu amava mesmo você, que era só você acreditar em mim.

Mas no final, tive que lidar com a frustração que foi te ver indo embora da minha vida mesmo pedindo pra que daquela vez (como todas as outras) ficasse e desse mais uma chance pra mim, pra gente, pra tudo o que ficasse aqui quando você fosse embora, e que iria demorar a passar.

Eu achava que o tempo fosse me fazer mais madura e a tua ausência fosse se tornar algo que eu pudesse suportar. Aprendi a desistir de você e a ver que isso nunca teve chance de dar certo, a perceber que você não me queria por perto, mas Deus me livre se me soltasse de vez e visse que eu não estava mais lá. E se eu seguisse em frente com outra pessoa, eu estaria cometendo um erro, por que eu sempre voltava pra você, não era ? Mas por esses dois anos que eu nunca te tive, e que a gente estragou tudo mais uma vez, te digo que você foi (e ainda é) a melhor coisa que não me aconteceu. E que espero que nunca mais aconteça.

Anúncios